21 de Maio, 2018

Com emoção, devota testemunha graças alcançadas através da devoção ao Padre Donizetti

Em visita ao Santuário de Tambaú, Odete Donizeti fez questão de relatar as bênçãos recebidas

A devota Odete Donizeti Purcini Coletti percorreu cerca de 160 quilômetros de Piracicaba (SP) até o Santuário de Tambaú para agradecer as bênçãos recebidas em sua vida. Com emoção, ela fez questão de testemunhar as graças alcançadas através da devoção ao Padre Donizetti.

“No dia do meu nascimento, 04 de abril de 1962, os médicos constataram dificuldades no parto. Minha avó, Helena Purcini, era devota de Padre Donizetti e decidiu pedir a sua ajuda. Segundo ela, após o pedido, viu a imagem de Padre Donizetti no quarto, com a Bíblia nas mãos. Ela entrou em transe e, quando voltou a si, ele já estava saindo. Minha avó perguntou à enfermeira aonde estava o padre e ela respondeu que ninguém havia entrado no quarto. Nesse momento, minha mãe começou a gritar que eu estava nascendo”, relatou.

A comerciante compartilhou ainda outro fruto produzido por sua fé no sacerdote, quando o filho Leonardo Donizeti Coletti nasceu com uma má-formação na coluna. “O médico disse que, se ele andasse, teria que utilizar um colete pesado, que prejudicaria seus movimentos. Pedi ao Padre Donizetti que intercedesse por ele”.

De acordo com a devota, Leonardo iniciou o tratamento com fisioterapia e, com 1 ano e 6 meses de idade, começou a andar. “O médico solicitou um Radio X para saber seu estado de saúde e preparar a colocação do colete. Ao ver o resultado, ele pediu um novo exame e assim foi feito quatro vezes. Na quarta vez que apresentei o resultado, ele confirmou que meu filho não tinha mais nada, estava completamente curado. Respondi que Padre Donizetti havia me atendido. Fiquei muito feliz pela recuperação do meu filho”, disse.

Diante do jazigo de Padre Donizetti, no Santuário, Odete agradeceu a intercessão do sacerdote.



comments powered by Disqus