15 de Março, 2018

Jovens se preparam para reunião pré-sinodal com o Papa

Encontro acontece de 19 a 24 de março, em preparação ao Sínodo dos Bispos 2018, dedicado à juventude

O Sínodo dos Bispos 2018, dedicado aos jovens, será de 03 a 28 de outubro. Em preparação, o Papa Francisco convocou uma reunião pré-sinodal de 19 a 24 de março, no Vaticano. “A Igreja quer se colocar à escuta da voz, da sensibilidade, da fé e também das dúvidas e críticas dos jovens. Por isso, as conclusões da reunião de março serão transmitidas aos padres sinodais”, anunciou o Papa.

Com o tema “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus”, o encontro irá reunir 315 jovens de diferentes religiões e partes do mundo, incluindo cinco brasileiros. Entre os representantes do Brasil, há três indicados pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e dois convocados por meio de outras entidades eclesiais.

De acordo com a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, a iniciativa permitirá aos jovens exprimir suas expectativas e desejos em relação à Igreja e ao mundo de hoje, bem como a realidade que vivem como cristãos.

“Estamos aqui para escutar. Eles devem nos fazer sugestões, dizer o que pensam, o que querem, de maneira que os padres sinodais tenham uma base sobre a qual refletir e fazer um trabalho pastoral a se apresentar a todo o mundo, sobretudo com respeito por aqueles que não estão na Igreja, mas fora dela, para o bem da sociedade e da humanidade”, explica o secretário geral do Sínodo dos Bispos, cardeal Lorenzo Baldisseri.

Segundo o bispo de Imperatriz (MA) e presidente da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB, dom Vilson Basso, a iniciativa representa a seriedade e o amor com que Francisco trata a juventude. “O Papa, de fato, quer a presença protagonista da juventude na Igreja”, ressalta.

Jovens do mundo inteiro também poderão participar das discussões da reunião pré-sinodal por meio das redes sociais. No encontro, estarão dispostos voluntários para receber contribuições a partir de grupos do Facebook. O grupo em português já foi aberto.

“A juventude ainda pode contribuir com o Sínodo se aproximando mais da Igreja, participando ativamente, fazendo ouvir sua voz, rezando, acreditando que, de fato, é um Kairós, um tempo de graça para a juventude e para a Igreja no mundo”, declara dom Vilson Basso.


Fonte: Amex, com CNBB


comments powered by Disqus