19 de Setembro, 2017

Papa destaca necessidade de se compadecer e aproximar de quem sofre

Santo Padre inspirou sua homilia na narração da ressurreição do filho da viúva de Naim por obra de Jesus

Na missa desta terça-feira, 19, na Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, o Papa Francisco destacou a necessidade de se compadecer e aproximar de quem sofre, convidando os fiéis a ajudar aqueles que precisam. Ele inspirou sua homilia no Evangelho do dia, dedicado à narração da ressurreição do filho da viúva de Naim por obra de Jesus.

O Santo Padre disse que é preciso olhar para os necessitados com o coração e compaixão. “A compaixão é um sentimento envolvente, é um sentimento do coração, das vísceras, envolve tudo. Não é o mesmo que a pena ou ‘que dó, pobre gente’. A compaixão envolve. É padecer”.

“O Senhor se envolve com uma viúva e com um órfão. Mas diga, há uma multidão aqui, por que não fala para a multidão? ‘Deixe, a vida é assim, são tragédias que acontecem’. Não. Para Ele, era mais importante aquela viúva e aquele órfão morto do que a multidão para a qual Ele estava falando e que o seguia. Por que? Porque o seu coração, as suas vísceras se envolveram. Teve compaixão”, explicou.

Francisco apontou que a compaixão também impulsiona a aproximar-se e que é preciso restituir. “Aproximar-se e tocar a realidade. Não olhar de longe. Jesus faz milagres para restituir, para colocar as pessoas no próprio lugar. E foi o que fez com a redenção. Deus teve compaixão. Se aproximou de nós no seu Filho e restituiu a todos nós a dignidade de filhos de Deus. Ele recriou todos nós”.

Ele destacou ainda que, por muitas vezes, as pessoas vêm as tragédias nos jornais, sentem pena, mas viram a página e “passam para o romance”, sem se compadecer verdadeiramente. “Isso não é cristão”, alertou.

Por fim, o Papa fez a todos um questionamento. “A pergunta que eu faria agora, olhando para todos, também para mim: Eu sou capaz de ter compaixão? De rezar? Quando eu vejo essas coisas, que me trazem a casa através da mídia, as vísceras se movem? O coração sofre com essas pessoas ou sinto pena? Se você não pode ter compaixão, peça a graça: Senhor, dá-me a graça da compaixão”.


Fonte: Amex, com Rádio Vaticano


comments powered by Disqus