14 de Maio, 2014

Pastoral da Mobilidade Humana

Tem início o 1º Congresso de Pastorais da Mobilidade Humana da América Latina e Caribe

Com a finalidade de aprofundar a temática da mobilidade humana e articular as pastorais do setor, realiza-se, de 12 a 16 de maio, o 1º Congresso de Pastorais da Mobilidade Humana da América Latina e Caribe. O evento acontece no Panamá e reúne representantes de diversas pastorais e organizações, como o  Apostolado do Mar, Pastoral Rodoviária, Pastoral dos Nômades, Pastoral do Turismo, Pastoral dos Refugiados e Imigrantes forçados, Pastoral dos Itinerantes e Migrantes, Núcleo dos Estudantes internacionais, Pastoral das Migrações (Serviço Pastoral dos Migrantes, Missão Católica Polonesa, Pastoral Nipo-Brasileira).

O Congresso é organizado pelo Departamento de Justiça e Solidariedade do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), junto com o Secretariado Latino-americano e Caribenho de Cáritas-Selacc, Rede Jesuíta dos Migrantes (RJM), Scalabrini International Migration Network (SIMN) e as Irmãs Missionárias Scalabrinianas.

A Pastoral da Mobilidade humana realizou diversos encontros regionais sobre o tema, mas este será o primeiro Congresso a unificar os esforços de uma pastoral complexa, nos últimos anos, marcada por situações de violência contra migrantes.

De acordo com a organização do Congresso, na ocasião haverá o estudo, à luz da fé, do fenômeno social da mobilidade humana, com foco nas injustiças e no desrespeito aos direitos do povo em mobilidade. A partir de pesquisa e reflexão, o Congresso quer colaborar na implementação de políticas eficientes na promoção e defesa de direitos do ser humano em mobilidade.

Além disso, pretende manter articulações e parcerias com outras pastorais, entidades civis e governamentais que tenham finalidades análogas.

Delegação brasileira

Entre os delegados de 22 países da América Latina e Caribe, estão presentes os representantes brasileiros: o presidente Nacional da Pastoral dos Nômades do Brasil – Mobilidade Humana, dom José Edson Santana Oliveira; Dom Jose Carlos  Chacorowski,  da pastoral Rodoviária; padre Wallace Zanon, padre Jorge Pierozan, Zanata Dantas e Marcondes Dantas, da Pastoral dos Nômades, e as religiosas Rosita Milesi e Claudina Scapini, do Setor de Mobilidade Humana da CNBB. 

 

Fonte: CNBB



comments powered by Disqus