14 de Maio, 2019

Brasil: terra abençoada por Santos

Este ano, o Brasil tem recebido grandes notícias do Vaticano, como a desta terça-feira (14), em que o Papa Francisco reconheceu o segundo milagre de Irmã Dulce, lhe concedendo o título de Santa. Mais recentemente, também tivemos a alegria de celebrar o título de Beato de Pe. Donizetti com o decreto divulgado pelo Vaticano no dia 8 de abril e, no mesmo dia, o do Venerável Nelsinho Santana.

E, por trás desses três grandes processos, contamos com o honroso trabalho do Dr. Paolo Vilotta, postulador da causa de nosso amado Pe. Donizetti.
"Para nós do Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú é uma alegria imensa poder contar com tão grande honra em ter Dr. Paolo como postulador da causa de Pe. Donizetti, que em breve teremos a sua cerimônia de Beatificação", disse Pe. Anderson Godoi, reitor do Santuário e vice postulador da causa de Pe. Donizetti.
Trabalho considerado exemplar, Dr. Paolo Vilotta se destaca por sua dedicação junto às causas em que atua.

Em entrevista  concedida  para a  Revista do  Santuário  Nossa Senhora Aparecida de Tambaú, em 2016, Dr. Paolo relatou sobre o seu sentimento em ser postulador da causa de Pe. Donizetti:

"Tem sido tanto uma alegria quanto uma honra poder representar uma causa tão importante e com uma forte influência para o povo cristão em todo o Brasil. A história de Pe. Donizetti me faz recordar os párocos do passado, os quais se preocupavam em ser verdadeiros sacerdotes da comunidade a eles confiada. Ele tem sido um exemplo concreto disto. No Pe. Donizetti percebe-se uma conduta firme e decidida na escolha da vida sacerdotal e na vivência das virtudes cristãs", disse.
Nosso agradecimento especial ao postulador que tem se dedicado com muito apreço a causa que elevou Pe. Donizetti a Beato e agora já oramos por sua Canonização.


Caminho da Santidade

 

Irmã Dulce

O milagre reconhecido pelo Papa Francisco é atribuído à intercessão da Beata Dulce Lopes Pontes (nome de batismo: Maria Rita Lopes de Sousa Brito), conhecida como Irmã Dulce – “O Anjo bom da Bahia”, recordada por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados. Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a Beata Irmã Dulce sceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992. Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011 e com este decreto será proclamada Santa proximamente em solene celebração de canonizações;

 

 

Pe. Donizetti

O sacerdote brasileiro nasceu em 3 de janeiro de 1882, em Cássia (MG), e faleceu em
16 de junho de 1961, em Tambaú (SP).

Padre Donizetti espalhou por Tambaú diversas obras sociais, dentre as quais a fundação do asilo São Vicente de Paulo e da Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Tambaú. Exerceu seu sacerdócio como Jesus, a serviço dos pobres, dos marginalizados e doentes. Viveu de maneira simples e humilde, sempre à disposição do povo. Ainda hoje em Tambaú as suas obras sociais continuam sendo testemunhas de seu zelo social. Tinha grande devoção a Nossa Senhora Aparecida. Em sua época, contam-se vários sinais milagrosos da multidão que ia a Tambaú para receber a bênção do Padre Donizetti.

 

 

Venerável Nelsinho Santana

O Papa Francisco reconheceu as virtudes heroicas do Servo de Deus Nelson Santana que torna-se Venerável. Leigo, brasileiro de Ibitinga (SP), Nelson nasceu 31 de julho de 1955, e morreu em Araraquara (SP), em 24 de dezembro de 1964., na vigília de Natal. Nelsinho, como era conhecido, era um garoto que tinha câncer no braço. Entre os 7e 8 anos, ele sofreu uma queda, provocando um ferimento no ombro esquerdo que começou a se complicar. Seu braço esquerdo foi amputado. Dos 7 aos 9 anos praticamente morou no hospital e fez lá a sua primeira comunhão. Ele mesmo anunciou a sua morte previamente. O lugar onde Nelsinho foi enterrado, com o passar do tempo, tornou-se alvo de muitas visitas por graças alcanças atribuídas a ele.