19 de Julho, 2016

Família visita a Casa de Pe. Donizetti e agradece graça alcançada

Avó pediu intercessão de Pe. Donizetti pela neta que teria que amputar as pernas

Em visita à Casa Museu do Padre Donizetti em Tambaú-SP, o senhor Célio Evangelista, de 46 anos, residente em Milagres-MG, relatou o sofrimento que a sua filha, Flávia da Silva Evangelista, hoje com 16 anos, passou em sua vida.

“Ela tinha fortes dores nas pernas e no corpo, tomava os medicamentos, melhorava um pouco, mas não se descobria realmente qual era a doença. Em junho de 2015 permaneceu internada durante seis dias na UTI em Mococa - SP. Depois ficou internada em São José do Rio Pardo-SP e, posteriormente, na UTI de Ribeirão Preto-SP durante sete dias, com trombose que ocasionou a paralisação dos rins. Foi onde descobriram a doença: lúpus. Os médicos disseram que seria necessário amputar as pernas devido a trombose no cérebro. Ficamos apavorados, completamente perdidos diante daquela situação. Não sabíamos o que fazer”.

Enquanto permanecia internada na UTI, a avó de Flávia, dona Divina Cavaieira da Silva, esteve em Tambaú e fez o pedido ao Servo de Deus Pe. Donizetti para que intercedesse por ela, já que pela medicina não havia outra coisa a fazer senão a amputação das pernas. Após o pedido, Flávia teve uma melhora e dias depois já recebeu alta do hospital, continuando o seu tratamento e recuperação.

“Foi um verdadeiro milagre o que ocorreu com minha filha. Ela perdeu somente as pontas dos dedos dos pés e continua o seu tratamento em Ribeirão Preto. Estamos aqui nesta casa abençoada onde viveu Pe. Donizetti, para agradecer pelas bençãos derramadas sobre ela e sobre a minha família”, declarou Célio.

O pedido de ajuda ao Servo Deus junto ao nosso Senhor, aliado a fé, tornou possível ocorrer o milagre na vida da jovem Flávia.