07 de Abril, 2015

Ferroviário aposentado esteve em Tambaú na última bênção do Pe.Donizetti

Dia 31 de maio acontecerá um evento em Tambaú para marcar os 60 anos da última bênção coletiva do Pe.Donizetti
No dia 31 de maio acontecerá um evento em Tambaú para marcar os 60 anos da última bênção coletiva do Pe.Donizetti. Será feita a retratação deste momento histórico, inclusive com a “chuva de pétalas de rosas”.
          No dia 30 de maio de 1955 o ferroviário aposentado Manoel Silva, residente no bairro Nossa Senhora de Fátima em São Sebastião do Paraíso-MG, esteve em Tambaú e relata o que presenciou naquela data: “Vim de trem e quando aqui cheguei havia milhares de pessoas espalhadas por todo lado. Era uma multidão na praça e nas ruas próximas, a gente não conseguia nem se mexer. Presenciei o milagre de uma menina que era paralítica. Estava no colo do pai quando o Pe.Donizetti pediu que a colocassem no chão e ela deu os seus primeiros passos. Nunca vou esquecer aquela data, a última bênção que ele proferiu na janela de sua casa, aquela multidão toda apertada e ninguém se movia de lugar, até que ele se recolheu. Momentos emocionantes que permanecerão em minha memória para sempre.”
         Quando sua esposa estava grávida da primeira filha, passou por sérios problemas durante o parto. Uma vizinha fez o pedido ao Pe.Donizetti e tudo transcorreu muito bem. Colocou o nome nela de Maria Donizetti Silva Belmiro, isto em 1959.
          O senhor Manoel já considera o Servo de Deus Pe.Donizetti um “Santo”, pela sua vida toda dedicada aos pobres, doentes e necessitados. Um verdadeiro exemplo para todos nós. Vem todo ano juntamente com a família visitar a casa da Mãe Santíssima.
           Na data em que haverá a retratação daquele importante episódio que marcou a vida do Pe.Donizetti e da cidade de Tambaú, o senhor Manoel Silva e a esposa Mercedes Tavares Silva estarão completando 57 anos de matrimônio.
           Antes de se despedir ele disse: “Nesta data tão importante na minha vida estarei relembrando aquele dia em que tive o privilégio de acompanhar a última bênção coletiva do Pe.Donizetti. Só tenho que agradecer a Deus por tudo isso que presenciei e que vejo aqui em Tambaú, cidade que me recebe sempre com carinho e hospitalidade. É realmente a “cidade dos milagres. Acredito ser uma pessoa abençoada por tudo que já passei nesta cidade. Continuarei vindo aqui com muita alegria e muita fé neste “Santo Homem”, que todos nós veremos na glória dos altares de nossa Igreja”.