20 de Janeiro, 2015

Grávida em situação de risco tem parto normal e criança nasce perfeita

André e Daniela, juntamente com a Isabelly e a outra filha Gabrielly Cristine Andreazzi de 5 anos; todos os meses durante um ano vieram à Tambaú para cumprir a promessa
No mês de outubro de 2013, a senhora Daniela Aparecida Andreazzi de 30 anos, passou por cirurgia para retirada de pedras no rim. Das três pedras, somente foi possível a retirada de uma pedra.
          A Daniela conta o que ocorreu durante sua gravidez: “Sentia muitas dores e os médicos disseram que eram provenientes de uma infecção urinária. Tomei um anti-inflamatório que acabou secando a água na placenta. Poderia perder minha filha que estava ficando sem oxigênio. Minha situação era dramática.”
          No dia 1º de novembro de 2013 seu marido André Luís Andreazzi, de 27 anos, devido a gravidade da situação, fez a promessa ao Servo de Deus Pe.Donizetti pedindo pela recuperação da esposa e que nada de anormal ocorresse com a filha que estavam esperando. Após 4 dias fez o ultrassom com resultado de recuperação de 15% de água na placenta. Para complicar ainda mais seus problemas, através do exame de sangue os médicos constataram que Daniela era portadora de diabetes gestacional. Toda terça-feira deveria se dirigir ao Hospital das Clínicas em Ribeirão Preto para acompanhamento médico. Recuperou 30% de água na placenta.
          Aconteceu a internação para induzir ao parto. A expectativa e apreensão eram muito grandes. A criança poderia nascer cega, com diabetes e não teria condições de andar. O pedido do André ao Pe.Donizetti mais uma vez surtiu efeito: o parto foi normal, ocorreu tudo bem e a Isabelly Sofia Andreazzi nasceu perfeita, com muita saúde, isto no dia 29 de dezembro de 2013.
          Os pais André e Daniela, residentes no bairro Júlio Moretti em Santa Rosa de Viterbo-SP, juntamente com a Isabelly e a outra filha Gabrielly Cristine Andreazzi de 5 anos; todos os meses durante um ano vieram à Tambaú para cumprir a promessa, participando da celebração da santa missa no Santuário Nossa Senhora Aparecida e visitando a casa onde viveu Pe.Donizetti. Para o casal, um local sagrado onde muitas pessoas alcançam suas graças e curas através dos pedidos feitos ao “simples padre de aldeia”, como o próprio Pe.Donizetti fazia questão de dizer a todos: “Eu não curo ninguém, apenas intercedo junto a Nossa Senhora Aparecida para que ela conduza a Deus a graça desejada, através da fé das pessoas que me procuram.”