13 de Maio, 2019

Papa agradece e pede um aplauso às Mães do mundo

Francisco desejou também "que Maria, Mãe de Cristo Bom Pastor", ajude os chamados ao sacerdócio e à vida consagrada

Poucos minutos após celebrar a Eucaristia e ordenar 19 novos sacerdotes para a sua diocese, o Bispo de Roma foi ao balcão da janela de seu escritório para o tradicional momento da oração mariana dominical que, nesta época do Ano Litúrgico, é o Regina Coeli.

Nossa intimidade com Jesus

Nesse domingo, 12 de maio, milhares de pessoas aguardavam o Papa para ouvir suas palavras e em seguida, rezar com ele. Francisco iniciou refletindo sobre o Evangelho do dia, conhecido como o do Bom Pastor.

O Pontífice explicou que o Bom Pastor, Jesus, está atento a cada pessoa, procura e ama a todos, dirigindo a sua palavra, conhecendo em profundidade o coração, os desejos e as esperanças de cada um, bem como os fracassos e as decepções. “Acolhe-nos e ama-nos como somos, com os nossos pontos fortes e fracos. Para cada um de nós ‘dá a vida eterna’: isto é, oferece-nos a possibilidade de viver uma vida plena, sem fim. Além disso, nos guarda e nos guia com amor, ajudando-nos a percorrer as trilhas mais arriscadas que surgem no caminho da vida”, ressaltou.

Assim sendo, completou o Papa, todos devem corresponder às atitudes ternas e carinhosas do Senhor, manter intimidade com Ele, segui-lo, saindo do labirinto dos caminhos errados, abandonando o comportamento egoísta para se colocarem nos novos caminhos da fraternidade e do dom de si mesmo, imitando-o. 

Neste sentido, concluiu o Santo Padre, “que Maria, Mãe de Cristo Bom Pastor, ajude os chamados ao sacerdócio e à vida consagrada a acolher com alegria e disponibilidade o convite de Cristo para serem seus colaboradores mais diretos no anúncio do Evangelho e no serviço do Reino de Deus no nosso tempo”.

Mães, obrigado por tutelar o valor da família

Francisco rezou a oração do Regina Coeli e concedeu a todos a sua bênção apostólica e se despediu dos fiéis, romanos, e peregrinos com uma saudação a todas as Mães do mundo, pedindo um aplauso a elas e recordando aquelas que continuam, ‘do céu’, a velar por todos com suas orações.

Em seguida, o Papa chamou ao balcão de sua janela dois sacerdotes recém-ordenados e com eles, abençoou novamente todos os presentes.


Fonte: Amex, com Vatican News