26 de Maio, 2015

Premonição de Pe.Donizetti se confirma mais uma vez

Segundo o Servo de Deus, filho de senhora seria um pregador de Cristo
 Com 19 anos Ana Luiza Martelini de Oliveira foi acometida de uma doença na coluna vertebral que a deixou na cadeira de rodas. Sua mãe, Maria Martelini, era devota do Pe.Donizetti. Vieram a Tambaú e ela fez o pedido. A filha foi curada na hora e retornou andando para sua cidade.
            Ana Luiza casou-se com 16 anos. Quando completou 22 anos ficou grávida e procurou novamente o Pároco: “Ele me disse para não se preocupar que não teria nenhuma dor no parto e realmente se confirmou. Com 3 meses de vida trouxe o meu filho Valmir. O Pe.Donizetti olhou bem para o garoto e falou: “Ele será um pregador de Cristo”. Sua premonição está se confirmando. Meu filho Valmir Aparecido de Oliveira está com 49 anos, é diácono muito estimado na cidade de Porto Feliz –SP, onde residimos.”
           Sou muito devota do Servo de Deus Pe.Donizetti. Ele já intercedeu por mim quando era jovem, sempre que necessito peço sua intercessão. Todo ano faço questão de vir à casa de nossa mãe Santíssima e neste local onde Pe.Donizetti viveu durante sua estadia nesta terra abençoada.
          Para encerrar, a senhora Ana Luiza, que hoje está com 78 anos, residente no bairro Santa Eliza, disse que se encontrava em Tambaú num momento especial da história do Pe.Donizetti: “Foi quando ele ministrou sua última bênção coletiva no dia 30 de maio de 1955. Jamais irei esquecer desta data. O Padre saiu na frente de sua casa onde havia um pequeno palco, falou com a multidão sobre o que estava sentindo naquele momento e ministrou pela última vez a bênção a milhares de pessoas. Eu estava bem na frente desse palco ao lado do meu marido Osvaldo. Tem uma foto aqui na casa/museu em que aparecemos nitidamente. Foi emocionante ouvir suas palavras serenas e objetivas. Parece que estou revivendo essa cena e ouvindo suas palavras.
         A senhora Ana Luiza veio desta vez acompanhada de seu vizinho Claudinei de Arruda.
         Neste dia 31 de maio haverá a retratação desta última bênção, às 19 horas, 60 anos depois. A realização é do Santuário Nossa Senhora Aparecida com a participação da Associação Cultural Quintal das Artes.